Fundação Antares logo
Fundação Antares
Instituída em agosto de 1985 pelo Governo do Estado, a TVE Piauí começa operando em fase experimental. No ano seguinte, através do Decreto nº 92.372, de 6 de fevereiro de 1986, é autorizada a explorar o serviço de produção de conteúdo local e, em 1987, é instituída a Fundação Rádio e Televisão Educativa do Piauí e novos investimentos são feitos em equipamentos e na formação de novos profissionais na área de TV e rádio. Nessa época, vão ao ar programas jornalísticos e culturais e vários documentários são produzidos e exibidos nacionalmente.

A partir de julho de 2003, por meio da Lei Complementar nº 030, o Poder Executivo institui a Fundação Antares – Rádio e Televisão Educativa do Piauí, e dá início a um processo de profundas mudanças, a fim de torná-la uma estrutura ágil, dinâmica e comprometida com a cultura, a informação e o entretenimento de qualidade. Com significativos investimentos em tecnologia e pessoal, reestrutura suas emissoras – a Rádio Antares AM 800 e a TV Antares – e concretiza sua missão de oferecer à sociedade piauiense uma informação de interesse público e promover o aprimoramento educativo e cultural de telespectadores e ouvintes, visando à transformação qualitativa da sociedade.

Desde então, muito já foi feito no sentido de fortalecer as emissoras públicas do Piauí, que têm acompanhado a passos largos as estratégias e investimentos acerca de um projeto único de comunicação pública para o país. Mais ainda, temos a firme convicção de que a TV e a Rádio Antares nunca caminharam tão de encontro aos princípios da cidadania e nunca chegaram tão perto da população, contribuindo para a inclusão social e democratização da comunicação. Um novo cenário que se deslinda, mudando os rumos da história e apontando para um horizonte de consolidação definitiva da TV e da Rádio Antares.